Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Vozes Insubmissas - Pierre Le Corf

 

 

Pierre Le Corf

ClaireVoix Insoumises  

Pierre le Corf é mais uma voz insubmissa à qual nós prestamos atenção aqui. Porquê insbumissa? Eis a explicação: 

 

Jovem empresário bem sucedido, Pierre Le Corf vendeu tudo o que tinha para criar a sua própria ONG We Are Superheroes. Apesar do seu sucesso empresarial, Pierre encontra-se a milhas dos modelos de sucesso sociais que nos são impostos. Ele acredita profundamente nos seres humanos e decidiu por-se ao serviço destes. Através da We Are Superheroes, Pierre acompanha comunidades marginalizadas e dá relevo às suas histórias.

 

Pierre confessa que chegou à Síria com a perspectiva de um francês, ou seja, com a perspectiva que nos impingem os media franceses*, e afirma ter rapidamente mudado de opinião após a sua chegada.

 

Pierre Le Corf levanta a voz sobre a verdade do que se passa em Aleppo porque o objectivo da sua iniciativa é precisamente a de dar voz aos esquecidos, e é o absurdo daquilo que nos contam ao longo do tempo nos medias ocidentais/franceses*, fazendo-nos ter pena dos "rebeldes" de Aleppo leste, que faz com que as pessoas da maior parte de Aleppo sejam esquecidas. Pierre Le Corf confirmou-nos isso mesmo ao retransmitir as vozes das gentes de Aleppo: não há rebeldes em Aleppo leste, apenas há terroristas.

 

Eis aqui um bela demonstração de vozes dissonantes na qual Pierre Le Corf é, imagine-se, tema do jornal da France 2:

 

 

Durante meses Pierre Le Corf percorreu as ruas da cidade, efectuando um verdadeiro trabalho humanitário 100% INDEPENDENTE, entregando como podia kits de primeiros-socorros e dando formações de primeiros-socorros à população sofrendo não somente com a guerra e com tudo o que ela acarreta, mas também com as consequências do embargo imposto ao país pela União Europeia, cortando assim aos sírios o acesso a bens essenciais como material médico. Humanitário neutro, sim, mas como evitar levantar a voz perante tal desperdício de vidas humanas, sabendo que uma parte poderia ser poupada se não houvesse este tipo de intervenção externa (embargo), dado que uma outra parte é já destruída por uma outra intervenção externa (envio de armas).

 

É importante falar de Pierre Le Corf, e sobretudo ouvi-lo a ele e aos testemunhos que partilha, visto que ultimamente Pierre Le Corf tem sido vítima de uma nauseabunda campanha de mentiras que não serão partilhadas aqui. E dado que desde há algum tempo certas vozes lhe têm sugerido que se cale, mais uma boa razão temos para o escutar:

 

 

 

 

Eis aqui, em entrevista, um muito bom resumo sobre Pierre Le Corf, o seu trabalho e aquilo em que ele crê: 

 

 

Por fim, uma entrevista que deu à televisão síria na companhia de Eva Bartlett:

 

 

Claire Fighiera, 30.12.2016, Chengdu, Chine

(Traduzido por Luís Garcia)

 

 

 
Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas