Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Os "WhatAreyous", por Rui Costa

 

  

Os "WHatareyous"

 

Rui Costa POLITICA  SOCIEDADE 

 

Aprenda a distingui-los. O que são, como se manifestam e sua chave dicotómica. Qual a semelhança entre um “whatareyou” e tu? Simples: tu saberes quem são e eles têm dias que sim e dias que não.

 

Vejo-os aqui todos os dias [no facebook]:

- São incondicionalmente pró tudo o que seja “amaricano” mas são contra o artolas que o povo elegeu.

 

- Se Trump desenvolve políticas contra a imigração ilegal, ameaçando continuar um muro que já lá está desde o tempo do Bush velho e do Clinton, “é racista e xenófobo”. Se algum país o faz na europa, o “whatareyou” faz o Trump parecer o Dalai Lama e “rua com esta raça toda, é matá-los!”

 

- Se a NATO (EUA, UE e aliados) vão ao médio oriente rebentar com aquilo tudo porque tem interesses geoestratégicos lá, o “whatareyou” faz de conta que não vê e assobia para o lado. Assassinam presidentes, colocam lá outros, zangam-se com eles, voltam a matá-los e voltam colocar lá outros, e repetir. Se os habitantes não podem lá morar, pois têm que ir para outro lado. Para onde? Para a terra to “whatareyou”. Essa é a parte que o “whatareyou” não gosta.

 

- Os turcos:
Se Erdogan apoia e sustenta terroristas na Siria, e aparece a Bana ao colo (aquela miúda com uma conta criada  no UK e que usava net Turca para ir ao Twitter desde Alepo numa zona onde nem sequer havia electricidade hehehe), o “Whatareyou” bate palmas. Se o Erdogan manda umas papaias à Holanda (onde há políticos de relevo tanto ou mais racistas maus quanto ele) ou à Alemanha, “olha o filho da puta”, como se ele alguma vez tivesse sido outra coisa!

 

- Não gostam daquele tipo que disse aquelas calinadas depreciativas sobre a mulher em geral no Parlamento Europeu. Ora quem colocou aquele tipo no Parlamento Europeu? Foi o Lecht Walesa, aquele senhor simpático de bigode! Vai lá dizer mal dele ao “Whatareyou”! É o vais!

 

- Depois nenhum gosta do Hitler nem do neonazismo…EXCEPTO se estes não forem fantoches colocados à frente de governos depois de golpes de estado patrocinados pela UE e EUA como foi o caso da Ucrânia. Até acham graça! “Olha ali os nazis a porem políticos da oposição no caixote do lixo! Aqui também deveria ser assim!”. Depois, quando vêm ascender gajas como a Marine Le Pen ou aquele tipo Holandês que agora não me lembro o nome e que parece o drácula Bram Stoker, “ai eu nunca os apoiei”, apesar de agora remorderem entres os dentes "este é cá dos meus!". O Hitler também foi eleito pelo povo, mas se fossem a perguntar depois de sentirem na pele a besta, ninguém tinha votado nele.

 

- Os terroristas:
Se atacam os EUA ou a Europa, são isso mesmo, terroristas. Se os mesmos gajos, al-Qaeda, ISIS, al-Nusra, atacam países do médio oriente (Siria, Iémene, Iraque, Afeganistão, Somália), ainda por cima patrocinados por países do Ocidente e da NATO (alguns destes já vitimas de ataques terroristas), o “Whatareyou” bate palmas e diz que são uns “rebeldes” ou “corta-cabeças moderados”, ouvem assim nas noticias…Que fazer…?

 

- Em suma: o “What are you” gosta de guerra, tiros, foguetes, tudo o que rebente até garotos se for preciso.

 

- Um outra das características do “Whatareyou” é nunca assumir a sua xenofobia e o seu racismo, nem nunca o irá fazer, não porque seja só cobarde mas sim também porque para ele tudo o que tem pigmento para além do bege é igual (mulatos, pretos, árabes, islâmicos, muçulmanos, mouros), para ele é tudo a mesma coisa. Aliás, estou convencido que a Alexandra Lencastre começou a por base no sinal que tem que tem acima dos lábios com medo do “whatareyou”.

 

Conclusão a que chego:
O “Whatareyou” é bipolar, mas ainda assim vou perguntando que raio de espécie de bicho é este “What are you?”
Depois se está em dia sim responde “Hãn?”
Se está em dia não responde “Otáriú o caralho”.

 

Rui Costa, 16.03.2017, Portugal 

 
Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas