Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Os golpistas turcos, os bárbaros gregos e os angélicos europeus - PARTE 1/3, por Luís Garcia

 

 

Erdogan.jpg 

Luís Garcia POLITICA   

Bárbaros gregos

 

 No dia do golpe militar falhado na Turquia, encontrei isto Turkish military helicopter landed in Alexandroupoli, Greece. 8 people onboard. Detained by police. Requested asylum no Twitter e achei por bem chamar-lhe "a piada do dia" quando partilhei a hiperligação no Facebook. Felizmente ninguém reparou, senão teria sido incluído, erroneamente, na lista de bárbaros apoiantes da pena de morte.

 

Para os poucos que ainda não repararam, o humanismo europeu despertou das trevas no dia 18 de Julho, quando se tornou viral a informação sobre os 8 militares turcos pedindo asilo na Grécia, possíveis candidatos, segundo a imprensa aparvalhada, à pena de morte num país que não tem pena morte! Até aqui esse humanismo andava a dormir ou, pior, por vezes de mãos dadas com ideais nazis e ideias xenófobas para com pretos, árabes e restantes muçulmanos não árabes que fugindo (de África e Médio Oriente) das guerras económicas e militares criadas pelos EUA e seus vassalos europeus, são recebidos a pontapé e cabeças de porcos por aqueles que pagam com seus ocidentais impostos as causas das misérias destes.

 

A versão portuguesa da notícia que acordou esse humanismo é mais ou menos esta:

 

O que torna esta notícia "grave" é a possibilidade de a pena de morte voltar à Turquia. Ora, os gregos nada têm a ver como uma pena de morte que não existe na Turquia. Se passar a existir por vontade pessoal do ditador turco, há que atirar culpas então a esse senhor, Erdogan, pela morte de seres humanos, e não ao governo grego. Se na União Europeia "humanista" não se extradita pessoas para países onde haja pena de morte, o governo grego neste momento não infringiria coisa nenhuma com a extradição de quem aterrou com o helicóptero. Se a União Europeia "humanista" se preocupa com a vida humana, que pare de patrocinar o estado terrorista turco e o terrorismo na Síria, ora essa!

 

Não quero soar monstruoso ou maquiavélico mas, caro leitor, por mais que gostasse de ver o governo de Erdogan cair com um golpe militar (mesmo sabendo que quem de fora orquestrou o golpe seja mais louco que Erdogan), longe de mim ter empatia pelas forças armadas turcas. E assim sendo entendo perfeitamente a posição grega de querer ver-se livres de 8 membros das forças armadas turcas que, por exemplo, violam o espaço aéreo grego centenas de vezes ao ano, apesar dos 2 países serem membros da NATO. A grande e constante tensão politico-militar entre os 2 países é um facto, e um facto a ter em conta, não um para ignorar. Como nos podemos espantar que os gregos possam estar se marimbando para pedidos de asilo de militar turcos (aliás, sinceramente, continuo a achar que soa a anedota um pedido destes!), e que antes prefiram ver militares turcos contra militares turcos, se possível esganando-se uns aos outros! Entregar os referidos militares à Turquia pode ser visto como uma atitude fria, maquiavélica ou o que quer que seja, mas faz todo o sentido vinda da Grécia.

 

Eu explico-me. Pragmaticamente a Grécia tem de querer evitar conflitos com a Turquia, então não é óbvio? Alguém ainda dúvida que o governo turco de Erdogan, o AKP, a Irmandade Muçulmana e o ISIS são tudo a mesma coisa? Acham que a Grécia tem algum interesse em desafiar aqueles que gerem terrorismo? A Grécia tem algum interesse em dar asilo a militares turcos (que por definição sempre têm raiva à Grécia), sabendo que poderá ser castigada com terrorismo turco-ISISiano? Erdogan é um tresloucado, sim é,  gere um estado terrorista, bombardeia e invade militarmente a Síria e o Iraque com quem faz fronteira... e a Grécia, pois sim, faz fronteira com a Turquia!


O que não faz sentido é ver a nossa elite europeia (que ao contrário dos gregos não têm conflitos com os turcos) defendendo a "legitimidade" do governo ilegítimo de Erdogan (ler Desespero mediático 2 - Turquia) que governa um estado comprovadamente terrorista. Vêm todos com a choradeira do respeito pela soberania do estado terrorista turco, esses mesmos que em 2014 celebraram o golpe de estado na democrática Ucrânia, esses mesmos que todos os dias apelam ao golpe de estado na democrática Venezuela, e que inclusive patrocinam os golpistas venezuelanos em liberdade e rotulam de "prisioneiros políticos" os golpistas-terroristas julgados e condenados por assassínios e outros actos criminosos.

 

Toda a gente parece estar pronta a morrer pela legitimidade do estado turco mas não pela da Ucrânia, Líbia, Afeganistão, Iraque, Síria, Honduras, Haiti, Brasil ou Iémen, para mencionar só alguns dos últimos países vítimas de golpes de estado ou invasões inventadas pelo Império! 

 

Toda a gente parece estar pronta a afogar-se em prantos pela hipotética condenação à morte de 8 turcos pelas mãos desses mesmos ilegítimos governantes turcos! E quê, crise psicológica colectiva, ou a malta pensa menos do que aceita submissamente o quanto a TV vomita? 

 

A malta de esquerda revolta-se antecipadamente com a traição anti-humanista do Syriza (supostamente de esquerda) que poderá vir a ser carrasco indirecto na execução de 8 seres-humanos. A malta de direita, pela mesma suposição, epiléptica e euforicamente aproveita para "reconfirmar o óbvio", que os "esquerdistas são todos uns sanguinários" como "Estaline", "Polpot" ou a Abelha Maia. No entanto andaram os 2 bandos calados quando a Grécia há pouco, e em conjunto com a Bulgária, Hungria e Roménia, assinou acordos de protecção mútua com o ilegal estado de Israel. Também não vi reacção nenhuma da esquerda portuguesa em relação à traição do Syriza à Rússia de Putin que havia prometido ajuda económica à Grécia. Também não vi nem vejo a esquerda humanista e bem pensante portuguesa atacar a governação neoliberal/direita do Syriza! Ninguém parece estar ao corrente de nada, excepto quando a TV nos diz que devemos ter pena de 8 militares de umas forças armadas terroristas que em vez de obedecerem ao terrorista governante (Erdogan) que por sua vez obedece ao Império (EUA-Israel), decidiram apenas obedecer ao Império e, como consequência, trair o governante terrorista que perdeu a protecção do Império! Que lástima de humanismo!  

 

Sem ironia, vejo todo a gente a chamar nomes aos gregos, mas eu queria ver, se Portugal fizesse fronteira com o estado terrorista turco, se essa malta tão humanista e preocupada com a execução de militares turcos mostraria todo esse humanismo. Duvido, pois quando aterra uma dúzia de refugiados sírios em Portugal, o país todo morre de ataque cardíaco com a "ameaça terrorista" que acabou de chegar. Quando digo o país todo, falo da esquerda e da direita, assim de como de toda a prostituição central (ou centrista), falo de todos ou quase todos. E mete-me dó ver tamanha incoerência.

 

Linchamento de jovens militares turcos em Istambul

 

Quanto aos poucos verdadeiros humanistas, que de forma genuína apenas se mostram contra o retirar da vida a 8 seres-humanos, admito que concordo com o pedido de não-extradição em teoria, mas é óbvio que politicamente, pragmaticamente, faz sentido que a Grécia os extradite, pelas razões que já referi. E lembro que, com ou sem extradições ou mudanças de leis sobre penas de mortes, já houve condenações à morte por linchamento nas ruas de Istambul, no dia a seguir ao golpe. Foram espancados muitos e mortos alguns dos militares, muitos deles jovens burros lobotimizados (logo inocentes) que apenas cumpriam ordens superiores e que foram entregues de forma selvagem à multidão! Antes de criticarem os gregos pela hipotética morte de turcos, critiquem os próprios turcos pelos turcos que já assassinaram!

 

Vejam a notícia e o vídeo:

Continua...

 

(Leia aqui a parte 2)

(Leia aqui a parte 3)

 

Luís Garcia, 20.07.2016, Chengdu, China

 

FONTES:
Yunanistana inen helikopter'deki 8 kişi gözaltına alınmış teslim edilirlermi Türkiyeye belirsiz.

Grécia vai extraditar militares revoltosos para evitar conflito diplomático

‘They know how it’s done’: Turkey violated Greek airspace 2,244 times in 2014 alone 

Desespero mediático 2 - Turquia (Pensamentos Nómadas)

- Crise de refugiados sírios. A sério? (PARTE 1/2) (Pensamentos Nómadas)

- Crise de refugiados sírios. A sério? (PARTE 2/2) (Pensamentos Nómadas)

Video impactante: Partidarios de Erdogan decapitan a un soldado golpista

 

 

 

 

 

 

 
Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas

Publicidade

Categorias

POLITICA - banner

SOCIEDADE - banner

VIAGENS - banner

RELIGIÃO - banner

ECONOMIA

Literatura

Tecnologia

CIENCIA

FOTOGRAFIA

EN FRANÇAIS

IN ENGLISH

 

Livros em PDF - LISTA DE AUTORES POR ORDEM ALFABÉTICA

Os Nossos Artigos em PDF

Arquivo

O gestor do blog

foto do autor

Siga o blog

Follow