Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

O orgulho tuga, por Luís Garcia

 

  

Orgulho tuga, por Luís Garcia

 

Luís Garcia POLITICA    

Em modos de introdução grosseira

O orgulho tuga é uma grandessíssima idiotice, tal como são todos os outros orgulhos nacionalistas. Este tipo de grandessíssima idiotice atinge o seu máximo quando um gajo que come, bebe, mija, caga e dorme como toda a gente (suponho eu), é escolhido para ser uma espécie de chefe de uma organização ultrapassada que não serve para coisa nenhuma e na qual quem manda alguma coisa são (alguns d)os membros e não o chefe da coisa.

 

Era suposto escrever a 4ª parte da série de artigos Detectores de notícias falsas e outras falsidades mas, perante os recentes disparates cometidos por António Guterres, não pude resistir! Tive de reagir e escrever algo sobre o assunto.

 

Para os nacionalistas fundamentalistas e maldispostos, epá, é simples, não leiam o resto deste artigo, pode vos dar azia. Ide antes ler as primeiras 3 partes do Detectores de notícias falsas e outras falsidades, para ver se tentam perceber como andam a ser doutrinados à bruta por medias parciais e mentirosos, isto se a cegueira nacionalista não tiver ainda mirrado a totalidade das vossas capacidades intelectuais:

 

Ah, e não vale a pena enviar mais mensagens privadas no facebook a foder-me a cabeça pois não respondo. Querem comentar? Querem espalhar à bruta a vossa grunhice? Sejam bem-vindos, mas façam-no nas duas, sim duas, caixas de comentários abaixo, uma do Facebook, outra do Blogs.sapo.

 

Uma trapalhice de Guterres

Numa semana em que se ficou a saber que o governo israelita emprestará 1 milhão de dólares para a construção de casas por colonos israelitas em território palestiniano da Cisjordânia, na semana em que se ficou a saber que Israel enviou militares israelitas para combater protestos civis durante as celebrações dos 6 anos de protestos anti-ditadura no Barém, na mesma semana em que o presidente de Israel, Reuven Rivlin, apelou à ANEXAÇÃO TOTAL DA CISJORDÂNIA, na mesma semana em que Israel prometeu deixar de atacar a Síria e deixar de apoiar o terrorismo na Síria em troca do consentimento sírio para a OFICIALIZAÇÃO DA ANEXAÇÃO DOS MONTES GOLÃS (território sírio ocupado militarmente pela al-Qaeda e por Israel), António Guterres telefona a Tzipi Livni e informa-a que pondera escolhê-la para o cargo de Subsecretária-geral da ONU!

 

Não, a sério, num planeta com quase 7,5 mil milhões de pessoas, António Guterres não conseguiu encontrar ninguém menos polémico nem menos criminoso que a antiga vice-primeira-ministra israelita Tzipi Livni!?! Será que o senhor António Guterres, tão preocupadinho com refugiados que fogem de ocupações e guerras, não sabe que esta senhora é procurada a responder por crimes de guerra pela justiça de vários países europeus? Não saberá, o distraído António Guterres presidente honorário da crosta terrestre e arredores, que ainda há poucos meses a senhora Tzipi Livni só não foi detida em território britânico pelas autoridades inglesas porque o Ministério dos Negócios Estrangeiros dessa monarquia sacou da manga uma "imunidade especial temporária" que a livrou in extremis das grades?

 

E quanto ao país do qual Tzipi Livni é cidadã, o terrorista estado de Israel que ocupa territórios de estados vizinhos (Palestina, Líbano, Síria), país que realiza de forma regular ilegais e criminosos ataques aéreos à Síria, país que patrocina e oferece refúgio aos terroristas e organizações terroristas que dizimam a população síria... será o estado, por entre os 193 membros da ONU, que mais merece ter uma Subsecretária-geral da ONU?

 

E por falar em ONU, pois sim, não saberá o actual Secretário-geral da ONU que estado mais vezes foi condenado pelos seus comportamentos criminosos/ilegais/terroristas em resoluções da ONU? Israel é a resposta, com pelo menos 45 resoluções condenando os seus crimes, um número quase igual ao total das condenações contra os restantes 192 estados membros juntos! E quer António Guterres uma sionista para sua vice na ONU? Pkp!

 

Outra trapalhice de Guterres - Uma trapalhada da RTP

Para ver se ponho o leitor a rir um pouco, vou analisar a segunda trapalhice de Guterres usando como referência a trapalhada desta "notícia" da RTP:

 

Segundo a RTP, António Guterres está de viagem pelo mundo árabe, começando pela Arábia Saudita. Ficamos a saber que, por mais absurdo que soe, esteve à conversa com o rei saudita Salman bin Abdulaziz sobre o tema das "missões de paz", apesar da realidade comprovada das missões de terrorismo patrocinadas pelas Arábia Saudita na Síria e no Iraque, apesar da realidade comprovada da missão de guerra da Arábia Saudita que invadiu de forma ilegal o seu vizinho Iémene.

 

Ficámos também a saber que, para a RTP, "Iémene" se escreve "Iemen" (que raio de dicionário usa esta gente!?!). Ficámos também a saber que, para a RTP, o que se passa no Iémene não é um genocídio pela guerra e pela fome do povo iemenita às mãos do terrorista e bárbaro estado saudita, não, pelos vistos o que a Arábia Saudita faz, e passo a citar, é apenas "lidera[r] a coligação de países árabes que intervêm militarmente na guerra no Iemen a favor do Presidente, Abdo Rabu Mansur Hadi"! Ah, ok, então tudo bem! Puta que pariu! Tudo mal, nem é verdade nem faz sentido nenhum esta frase composta por eufemismos parvos e desconstrução orwelliana da realidade! Mas enfim, que mais esperar da RTP!

 

Voltando às trapalhices guterrianas, depois de beijar o cu ao rei terrorista, foi beijar o cu ao príncipe terrorista Mohamed bin Nayef, sessão muito badalhoca durante a qual este "manifestou o apoio do reino aos esforços de paz que as Nações Unidas levam a cabo na região", enquanto que o beija-cus tuga respondeu agradecendo "o apoio que a ONU recebe da Arábia Saudita neste sentido, assim como a ajuda humanitária que este país dá aos refugiados".

 

A sério? António Guterres agradeceu o quê? Agradeceu a invasão do Iémene, ilegal, pois não teve o consentimento da porra da ONU!?! Agradeceu os milhões gastos em armamento e dezenas de milhares de mercenários terroristas que a Arábia Saudita despeja na Síria, em total violação dos princípios mais básicos da porra da ONU da qual é Secretário-geral? Será que António Guterres não saberá sequer que a porra da ONU interdita a entrega de armamento a países em conflito

 

E ajuda humanitária, mas a sério, é de um gajo perder a cabeça e começar a asneirar, que puta de paralisia mental lhe ocorreu para agradecer à Arábia Saudita pelos 0 dólares gastos em ajuda humanitária e pelos 0 refugiados sírios recebidos (números da própria Arábia Saudita)! A sério, enquanto o Líbano com 7,8 milhões de habitantes, dos quais 2 milhões são refugiados sírios e meio milhão são refugiados palestinianos, não merece nem visita nem palavras de apreço por parte de Guterres, a Arábia Saudita, que recebe zero refugiados sírios e zero refugiados palestinianos é bajulada pela inexistente ajuda humanitária!

 

Depois espantam-se os nacionalistas do orgulho tuga que se derreteram em auto-louvores parvos aquando da nomeação de Guterres que, malta como eu, tenha troçado e rido à grande com essa nomeação! Acordai pá! Ou então não, continuai a dormir, e então batei palmas também a este orwellianismo de rebentar a escala: CIA honors Saudi Crown Prince for efforts against terrorism!

 

Luís Garcia, 14.02.2017, Chengdu, China 

 

 
Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas