Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

FAKE NEWS - Censura no Facebook, por Luís Garcia

 

 

Clinton Bruxa

Luís Garcia Fake NewsPOLITICA SOCIEDADE

A caça às bruxas

O todo-poderoso Facebook anunciou que já começou a sua orwelliana luta contra fake news (notícias falsas) em colaboração com outras organizações fact checkers (verificadoras de factos) criadas e financiadas por gente muitíssimo cândida e credível.

 

Eu até gostava de acreditar num sistema de verificação de factos e vê-lo implementado, apenas e só se o sistema de verificação de factos não passasse da verificação de factos. No entanto, factos verificados ou não não deveriam ser censurados, deveriam permanecer exactamente onde estão. Cabe ao seguidores dos produtores de conteúdo avaliar o trabalho destes e, se o leitor se sentir ludibriado, desiludido ou mesmo escandalizado... ahhh, simples, que deixe de ser leitor daquilo que não gosta! Ele e todos os que se sentirem na mesma situação! Nesse momento, o produtor de conteúdo desonesto perderá todo a clientela e arruinar-se-á. É a lei do mercado, a santa lei do mercado adorada, nos states e seus domínios, como uma verdadeira deusa! Onde está o problema? Nenhures! Então para quê propor eliminar (ler censurar) os conteúdos rotulados de falsos após uma verificação de factos com resultados negativos? Simples, para uma pessoa concluir que os donos do Facebook são trogloditas e que devem achar que a sua rede social é invulnerável aos efeitos nefastos da lei do mercado! Ahhhh....

 

Depois, a sério, vai ser o Facebook, essa cândida rede social que já suprime contas e páginas de (palestinianos, sírios, etc.) ao ritmo de dezenas de milhar por mês, que agora irá eliminar (ler censurar) conteúdo que não passar na sua imaculada ferramenta de verificação de factos? Ahhh, gandas malucos!  Como disse acima, eu até gostava de acreditar num sistema de verificação de factos e vê-lo implementado, pois gostava. E adoraria ver a lista que, a ser rigorosa, haveria de conter falsas notícias como:

 

 

Mas, ao contrário destes suspeitos puritanos, eu não gostaria de ver censuradas as comprovadas falsas notícias de media algum!, Não, pelo contrário! Deveriam ficar onde estão, para que a malta pudesse ver e rever vezes sem conta quão enganados foram pela Rede Globo, a CNN, a BBC, a RTP, a EuroNews, a SkyNews, a Aljazeera, a AJ+ (Aljazeerazinha) e companhia. Acredito que privar o público presente e vindouro das provas que incriminam os produtores de conteúdo falso baseado em falsas provas ou vazio absoluto é, no mínimo, contraproducente. Enfim, paranóias minhas, quiçá.

 

Talvez abrisse excepção e concordasse com a proibição de publicação no Facebook a organizações criminosas como a norte-americana White Helmets ou o inglês Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). Mas que se preservasse em segurança o que fizeram até hoje, claro! Por uma causa nobre: o aperfeiçoamento da compreensão da realidade presente com base nos exemplos passados! (Se achar que sou demasiado bruto com os White Helmets e o OSDH, fique atento ao blog, que em breve serão publicados artigos nos quais se desmontará ponto por ponto - e com factos verificados - as grandes trafulhices terroristas que são.)

 

Os caçadores de bruxas

Desculpem-me lá a má língua mas já se está mesmo a ver que esta orwelliana brincadeira vai dar em bruxas (como a da capa) fazendo de caçadoras de bruxas, querem apostar? Ahaha! Por que razão tal suposição? Porque me inquietam várias questões do género: As organizações fact checkers, quem são elas? Quem as gere? Quem as financia? Quais os seus laços com políticos ou organizações políticas? Qual é a sua agenda política? Vamos aos factos verificados:

 

  1. Os verificadores de factos agrupam-se num fórum chamado International Fact Checking Network (IFCN) organizado pela Poynter;
  2. A Poynter é financiada pela Fundação Open Society  de George Soros, sim, esse senhor que investe às dezenas de milhões de dólares em terrorostas primaveras árabes e criminosas revoluções coloridas; George Soros é também doador da Fundação Clinton e financiou a última campanha de Hillary Clintton;
  3. A Poynter é financiada pela Fundação Bill & Melinda Gates, do bilionário fundador da Microsoft: Bill Gates é também doador da Fundação Clinton e financiou a última campanha de Hillary Clintton;
  4. A Poynter é financiada pela National Endowment for Democracy (NED), essa sucursal da CIA famosa por patrocinar golpes de estado e produzir conteúdos de manipulação mediático-emocional catalizadores desses golpes, como o "I am an Ukranian". A NED está profundamente envolvida (facto verificado) na sabotagem económica, violência e destruição na Venezuela desde 2013 até hoje;
  5. A Poynter é financiada pela Omidyar Network, de Pierre Omidyar, fundador do gigante da internet Ebay. Pierre Omidyar doou milhões de dólares para a última campanha eleitoral de Hillary Clinton;
  6. Craig Newmark, dono de outro gigante da internet, a Craiglist, é o maior doador da Poynter com a oferta de 1 milhão de dólares. Como é um gajo porreiro e muito generoso, Craig Newmark foi um dos financiadores da última campanha eleitoral de Hillary Clinton;
  7. The Washington Post, esse jornal que jurava serem verdades comprovadas e vistas pelos olhos dos seus próprios jornalistas as provas das armas de destruição massiva iraquinas que não existiam... esse jornal que produziu esta e tantas outras fake news sem fact checking... este mesmo jornal norte-americano vai ser colaborador na orwelliana empreitada de fact checking do Facebook!

  

Preciso responder às perguntas do parágrafo acima? Não, pois não? Ahahahah...

 

 

Pois é, em vez de remover as maçãs podres, ou nada fazer, o Facebook propõe que a bruxa das maçãs envenenadas (e sua trupe) instale o roubo sistemático de maçãs sãs à escala planetária... ahhh, admirável mundo velho!

 

Veja também:

Luís Garcia, 27.12.2016, Chengdu, China 

 
Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas