Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

De Niš a Prokuplje, por Luís Garcia

 

 

DOS BALCÃS AO CÁUCASO – EPISÓDIO 5

De Niš a Prokuplje.jpg

bw VIAGENS Luís Garcia

Estou bem, aonde não estou, porque eu só quero ir, aonde eu não vou, porque eu só estou bem, aonde não estou, porque eu só quero ir, aonde eu não vou, porque eu só estou bem... aonde não estou. (Estou Além, António Variações)

 

11.06.2014

Manhã do 7º dia de viagem, acordámos zombies de cansaço e da noite quase não dormida. Ainda assim fizemos as malas com calma, e também com muita vagareza fomos às compras e atravessámos 6km a pé até chegar à saída leste de Niš, onde fomos recomeçar a boleia em direcção ao Kosovo. Apesar das malas às costas e do calor intenso, foi uma travessia muito interessante plena de surpresas fotografáveis. Quando por fim arranjámos boleia, eram já 5h da tarde!

 

Quem parou para nos levar foi um jovem muito simpático chamado Nikola, que seguia em direcção a Prokuplje. Com a ajuda do google translator no telemóvel, conseguiu nos explicar que podia nos fazer uma visita guiada ao castelo e à vista panorâmica da cidade, para depois nos deixar no centro e vir recuperar-nos outra vez de carro às 8h da noite. Porquê? Porque nos convidou a jantar em casa dos pais, prometeu-nos casa para dormir e ainda uma boleia do pai dele para Pristina no dia seguinte. E assim foi!

 

Em Prokuplje fomos encontrar gente sorridente, muito simpática e acolhedora. Por onde quer que passássemos havia adultos a cumprimentar-nos com sorrisos e crianças a seguirem-nos os passos. Muito divertido! E houve até quem, falando um pouco francês, nos tivesse vindo oferecer ajuda para uma eventual dificuldade! Em pleno centro encontrámos uns senhores acenando para a câmara e convidando para nos aproximarmos. Um deles, antigo jogador de futebol e treinador, ofereceu-nos um monte de autocolantes. Um outro, camionista, contou-nos as suas aventuras por terras lusitanas, onde teve que “descer e subir montes” até chegar ao seu destino: Guimarães!

 

Às 20h em ponto Nikola apareceu no mesmo lugar que nos deixara, trazendo no carro a sua namorada. Fomos levá-la à residência universitária, onde entrou outra passageira Jelena (amiga de Nikola), uma inteligente, divertida, cheia de vida e carisma, uma verdadeira “tempestade balcânica” ao estilo das personagens dos filmes de Kusturica!

 

Na casa dos pais de Nikola tivemos uma recepção imensamente calorosa, e com muita generosidade à mistura, banho quente, toalhas limpas, café, e… ahhh, uma maravilhoso jantar tradicional cozinhado pela sua mãe! Que gente boa e querida, e tão loucos!  No tempo que passámos a rir e conversar na sala, pareceu-me mesmo que tinha feito uma viagem no tempo e no espaço, e estar a participar no enredo de um filme de Kusturica! Ah, a sério! É a magia dos balcãs!

 

E houve mais filme à Kusturica! Depois de jantar, já tarde, fomos de caro com Nikola e Jelena para a aldeia onde ele mora, a 10km de distância. Noite, iluminação quase nula, ainda assim, a mais de 100km/h por uma estrada de curvas e contra-curvas onde passavam carros com pouca ou nenhuma luz enquanto que, eufóricos, Jelena e Nikola se expressavam cantando e falando, sempre irrequietos nos seus lugares. Chegados à aldeia, Nikola foi buscar a chave da sua casa à outra de um vizinho que afinal não estava. Tivemos de voltar para trás, para Prokuplie, ao som de música balcânica super divertida e com uma paragem surreal no meio do breu para provar uma água de horrível sabor e nauseabundo odor que "é boa para a prevenção de pedras nos rins"! Sentíamos-nos muitíssimo felizes por estar a viver aqueles momentos únicos, e só me vinha à cabeça uma coisa, o filme Ko To Tamo Peva:

 

 

Como é de adivinhar, fomos dormir na casa dos pais de Nikola onde não abundava espaço. O  irmão de Nikola foi dormir no quarto dos pais e Nikola na casa de um amigo, para que eu e Claire pudéssemos ficar sossegados e confortáveis no quarto dos rapazes! Ah, um dia mais que especial!

 

Álbuns de fotografia

26.jpg27.jpg28.jpg

 

Luís Garcia, 21.11.2016, Chengdu, China

 

 
Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas

1 comentário

Comentar post

Categorias

POLITICA - banner

SOCIEDADE - banner

VIAGENS - banner

RELIGIÃO - banner

ECONOMIA

Literatura

Tecnologia

CIENCIA

FOTOGRAFIA

EN FRANÇAIS

IN ENGLISH

 

Livros em PDF - LISTA DE AUTORES POR ORDEM ALFABÉTICA

Os Nossos Artigos em PDF

Arquivo

O gestor do blog

foto do autor

Siga o blog

Follow