Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Pensamentos Nómadas

Nomadic Thoughts - Pensées Nomades - Кочевые Мысли - الأفكار البدوية - 游牧理念

Bandeiras - E.U.C. I

 

 

ESTADOS UNIDOS DA CHINA - I

Chineses burros que nem paredes!!!

  

Luís Garcia SOCIEDADE Esados Unidos da China  

 

 Ah, finalmente estreio aqui hoje a rubrica "Estados Unidos da China"; um híbrido de sátira social com denúncia da estupidez humana na China que leva chineses a gostarem menos da China que dos EUA. Aliás, os chineses, na sua esmagadora maioria, e de forma completamente imbecil, adoram os EUA, amam os EUA mais que muito norte-americanos minimamente conscientes da realidade sombria que o seu país produz  dentro e fora das suas fronteiras políticas. Para os chineses, no geral, EUA é sinónimo de muita coisa: paz, prosperidade, liberdade, alegria, sucesso social, sucesso económico, modernidade e por aí fora...

 

Não digo que seja uma estúpida perspectiva exclusiva da China, pelo contrário, vi mais do mesmo em todos os países do sudeste asiático que visitei (Laos, Vietname, Tailândia, Myanmar, Camboja Malásia, Indonésia e Singapura), mas há que ter em conta uma fundamental diferença: todos esses países do sudoeste asiático corroídos e corrompidos até ao tutano pelos EUA, são fiéis vassalos bajuladores das modernices e cagadices do Império do Caos e da Barbárie (ler EUA), de tal forma que todos foram ensinados e bem (mal) a odiar profundamente a China, da mesma forma que os vassalinhos  da Europa de Leste foram ensinados pelos EUA a odiar a Rússia (sobretudo os países bálticos, a Polónia e a Ucrânia). 

 

E aí reside o problema/paradoxo chinês: ao mesmo tempo que a Ásia inteira é ensinada pelos EUA a odiar a China e a temê-la sem fundamento (o topo da paranóia está no Vietname e Filipinas, mas Coreia do Sul e Japão não se ficam atrás),  os chineses conseguem gostar tanto ou mais dos EUA, esse país que gasta milhões na destruição mediática da imagem externa da China, milhões na sabotagem das redes de negócio da China pelo planeta fora, milhões cercando militarmente a China, milhões para foder a China à grande! Por isso começo aqui hoje um sátira à China que, podendo se aplicar a quase toda a Ásia, tem muito mais piada quando aplicada à China, pelo infinito absurdo que é ter chineses bajulando os EUA até mais não!

 

E vamos lá ao 1º tema, chega de introduções. Para hoje: bandeiras num bar de Chengdu e afins!

 

Na zona de vida nocturna de Chengdu existe um bar cujo nome diz tudo: Savage! É aí que todas as terças-feiras à noite se encontram os membros da comunidade de couchsurfers residentes ou de passagem em Chengdu, onde aproveitam para beber cerveja gratuita até às 10 da noite. Ou melhor, água com cerveja! Enfim...

 

Savage é o típico bar merdoso do planeta Terra e Arredores, americanizado da cabeça aos pés, sobretudo pelos vómitos musicais de coisas como Kesha, Rihanna e companhia, assim como pelo menu de comida "ocidental": hambúrguer, batatas fritas e bolonhesa! Ah, que variada a cozinha ocidental! Mas até aí tudo bem. O problema são as bandeiras!

 

uk.jpg

Os candeeiros do bar são quase todos forrados com uma mistela constrangedora de bandeiras dos EUA com bandeiras do Reino Unido, fundidas com aquelas famosas caras de Hollywood graças às quais aprendemos a odiar árabes, pretos e chineses no ocidente, e graças às quais os chineses descobrem a liberdade e democracia norte-americana no seu estado puro! ahhhhh!

 

usa.png

No tecto do bar encontram-se quase todas as bandeiras do mundo, o que até é muito interessante, simpático e até estético, mas, sim há um mas, a bandeira dos EUA, em área, é umas 30 vezes maior que as restantes, com a bandeira chinesa incluída também nas restantes!

 

Agora vêm os problemas:

 

Kosovo.jpg

Apesar de não reconhecido pela China como estado independente, o Kosovo, essa mega base militar norte-americana instalada em território roubado à Sérvia e mascarado de "país", tem direito a bandeira. Após exaustiva análise, pelos vistos, é a única bandeira de um estado não reconhecido pela ONU ali presente. Bandeiras de estados não reconhecidos pela ONU mas reconhecidos pela Rússia e/ou China não têm direito a entrar, pois claro, não estivéssemos nós na China dos chineses bajuladores do Império... 

 

E agora é para vomitar:

 

syria 2 mini.jpg

Apesar de apenas haver um governo legítimo na Síria, o de Assad, estado aliado da China, de tal forma aliado que recebe ajuda militar chinesa na forma de material de guerra e treino de pessoal, de tal forma aliado que é fácil de encontrar a bandeira da China (mas sobretudo da Rússia) em manifestações de apoio a Assad nas ruas da Síria, ainda assim os chineses robôs lobotimizados encarregados de decorar o bar, optaram pela bandeira colonial francesa da Síria, aquela usada  pela organização terrorista que dá pelo nome de Exército de Libertação Sírio (ELS), apesar de não ser nem um exército (antes uma organização terrorista), nem de libertação (antes de destruição), nem sírio (antes franco-turco com mercenários do mundo inteiro). Quem anda informado sabe que o ELS é difícil senão impossível de distinguir de Alqaeda/Alnusra, Frente Islâmica ou até mesmo ISIS. Para quem duvide, há que ver vídeos do género do abaixo partilhado:

 

 

 

Para completar o quadro de cortar os pulsos, há que informar que ao fundo, mesmo ao fundo, depois das casas de banho e numa zona pouca iluminada onde ninguém ousa sentar-se, encontra-se uma fotografia gigante... de Bob Marley!!! Esse mesmo que um dia cantou:

Emancipate yourselves from mental slavery, none but ourselves can free our minds! (Marcus Garvey)

E para cúmulo dos cúmulos ainda dei por mim a ouvir estas mesmas palavras desta mesma canção cantadas não pela voz reconfortante de Bob Marley, mas antes por gemidos parvos de uma Rihannice qualquer acompanhados por um ritmo prostituído igual a toda a essa bosta musical hoje em dia omnipresente e claustrofóbica. 

 

Nada a fazer, excepto pegar fogo ao raio do bar! Ah, e propor uma nova bandeira para a China:

 

Estados Unidos da China 

 

Esta  malvadezinha minha é só a primeira de muitas sobre os Estados Unidos da China. Continuem a acompanhar o blog pois muitas mais estão por vir! 

Luís Garcia, 18.06.2016, Chengdu, China

 

 

 

 

 

 
Vá lá, siga-nos no Facebook! :)
visite-nos em: PensamentosNómadas

Categorias

POLITICA - banner

SOCIEDADE - banner

VIAGENS - banner

RELIGIÃO - banner

ECONOMIA

Literatura

Tecnologia

CIENCIA

FOTOGRAFIA

EN FRANÇAIS

IN ENGLISH

 

Livros em PDF - LISTA DE AUTORES POR ORDEM ALFABÉTICA

Os Nossos Artigos em PDF

Arquivo

O gestor do blog

foto do autor

Siga o blog

Follow